Image may contain: text
Um membro da antifa pegando um fascista.

Por Marco Frenette


Os alienistas

Especialistas em transtornos de caráter e desvios morais relacionados à política têm um campo fértil de estudo nos malabarismos linguísticos dos esquerdistas, os quais estão sofrendo para noticiar o enorme sucesso de Bolsonaro e equipe (com destaque para o ministro Ernesto Araújo) no fechamento de um acordo comercial histórico entre Mercosul e União Europeia, o qual trará enormes vantagens para o Brasil.

O jornal “O Estado de S. Paulo”, por exemplo, noticiou assim: “Mercosul e União Europeia concluíram o acordo após 20 anos de negociação…”, como se Mercosul e UE fossem elas próprias duas entidades humanas que passaram duas décadas em conversação, e que só agora se sentaram à mesa para assinar o acordo; e a matéria segue sem citar os protagonistas reais dessa vitória. É a canalhice esquerdista criando uma narrativa surreal.

E esse é o tom geral da imprensa. Reinaldo Azevedo também transforma a vitória de Bolsonaro em sucesso dos governos anteriores que só fracassaram, e Bonner faz o mesmo, e todos os sites de esquerda; e alguns esquerdistas ainda inovam, como o ex-ministro Celso Amorim, que critica o governo por fechar o acordo “num momento frágil do Mercosul”.

Os esquerdistas já não toleravam Bolsonaro por ele ser honesto; e agora estão descobrindo que ele também é competente. O sofrimento mental é muito grande.

Receba Por E-mail

Inscreva-se em nossa lista de e-mails para receber atualizações e as notícias mais recentes do Conselho!

Inscrito Com Sucesso, Parabéns!