iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Um homem está processando em U$ 5.000,00 um fast-food Popeyes por ficar sem sanduíches de frango.

Por Mark Pace, no Times Free Press e por Evan Bleier, no Inside Hook.

Craig Barr acusa a empresa de propaganda enganosa, práticas comerciais enganosas e de tê-lo feito perder “inúmeras horas dirigindo” de uma filial para outra para encontrar o sanduíche.

Barr também alega que foi enganado em US $ 25, por um homem que postou um anúncio alegando que poderia pegar sanduíches que um restaurante estava escondendo nos fundos, quesofreu danos nos aros e nos pneus, e que foi humilhado quando seus amigos riram dele.

“Não posso ficar feliz; não tiro esse sanduíche da minha cabeça. Não consigo pensar direito”, disse ele ao Times Free Press na quinta-feira. “Isso me consome.”

O sanduíche se tornou uma sensação online inesperada no fim de semana, resultando em longas filas e escassez de sanduíches. Começaram a aparecer placas nos alto-falantes drive-through e nas entradas dos restaurantes, alertando que eles estavam ficando sem sanduíches devido a excesso de demanda inesperada.

O Apex Marketing Group estimou que o burburinho online valeria US $ 65 milhões em marketing para a empresa.

Barr, dono de uma empresa na indústria automobilística, afirma que Popeyes exagerou propositadamente nos sanduíches e na quantidade insuficiente de entrega para aumentar a popularidade e atrair atenção.

“É totalmente enganoso. Quem fica sem frango? É um grande fiasco. Alguém tem que enfrentar uma grande empresa”, disse Barr, agitado. “Todo mundo fica cativado por esses sanduíches. Eles deixam todo mundo intoxicado com eles.”

Os sanduíches estavam disponíveis em 12 de agosto. Ganharam popularidade no dia 19. Desde então, Barr vai de um Popeyes a outro, supostamente sendo informado pelos funcionários que ele deveria tentar outra loja.

Num desses trajetos, o pneu do carro estourou e ele quebrou um aro de US $ 1.500.

Barr ficou tão desesperado que respondeu a um anúncio postado por um homem que dizia que tinha um amigo que trabalhava na Popeyes e teria escondido um suprimento de sanduíches de frango. Segundo Barr, ele se encontrou com o suposto trabalhador atrás de um Popeyes e pagou a ele US $ 25 por um dos sanduíches (US $ 5 pelo sanduíche e US $ 20 pelo trabalho). O homem entrou na loja e não voltou mais. Quando Barr entrou para investigar, foi informado que um homem que correspondia à descrição comprara algo e tinha ido embora pela porta da frente.

Uma captura de tela do anúncio do sanduíche

Barr, dono de uma empresa da indústria automobilística, disse que ficou “humilhado quando seus amigos riram dele”.

Barr está processando em US $ 5.000, o que daria para comprar a ele aproximadamente 1.250 sanduíches de frango (excluindo impostos).

A empresa postou, no início da última semana de agosto, que estava totalmente sem sanduíches em todo o país, até o dia 29. Barr, entretanto, disse que precisa trabalhar, e não estará disponível para comprar o sanduíche.

Entre em contato com Mark Pace com perguntas, comentários, preocupações ou dicas de histórias em  [email protected]  ou  423-757-6659 . Siga-o no Twitter @ themarkpace  e no Facebook em  ChattanoogaOutdoorsTFP .

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Opinião

Seja seu Próprio Herói.

Por Andrew Klavan. Leia o artigo completo no Daily Wire. [George] Lucas, você sabe, incorporou outras influências. O grande cineasta japonês Akira Kurosawa fazia parte de

Leia Mais »