iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email


Irami Osei-Frimpong , aluno de filosofia.

Por Alana Mastrangelo. Leia o artigo completo no Breitbart.

Lutar contra brancos é uma habilidade. Realmente, é um motivo pelo qual não apoio escolas integradas. Você tem que se acostumar a lutar contra brancos. Exige prática.
“Negros matam negros porque nunca foram treinados para matar brancos.”

O assistente de ensino da Universidade da Geórgia, EUA, Irami Osei-Frimpong – que também é estudante de pós-graduação – está sendo expulso da instituição. O motivo alegado é ele ter omitido, intencionalmente, em seu pedido de admissão, que havia sido preso em 2011.

O aluno acredita que o motivo para tirá-lo da universidade são suas declarações racistas que foram tornadas públicas. Entre elas:

“Se queremos justiça racial sem ter que matá-los [brancos], então todas as nossas instituições educacionais e de mídia devem preparar os brancos para o ataque que terão que sofrer, para que tenhamos justiça racial sem matar muitos deles.[…]. Eu prefiro não ter que matá-los, mas como Tommy disse: “Para sermos igual, a fim de sermos liberados, algumas pessoas brancas podem ter que morrer.”

Diante da reação negativa, ele intensificou suas declarações sobre raça e violência. Ele tuitou:

“Eu não sou alvo porque sou negro; sou alvo porque acho que o problema com os EUA Negro é como fazemos as pessoas brancas. Se queremos justiça para os negros americanos, temos que desmantelar e substituir os motores da produção cultural branca: suas escolas, igrejas e famílias.”

“Eu estudo filosofia porque acho que as escolas, igrejas e famílias brancas nos Estados Unidos são internamente incoerentes e fornecem os recursos para sua própria des-legitimidade. Eu estudo política e psicologia [grifo nosso] porque a delegitimidade não é suficiente. Vamos precisar de armas de estado.”

Osei-Frimpong chegou a alegar que a justiça racial só avançou depois de “ameaçar os brancos com armas e orçamentos” e que as escolas re-segregaram “quando paramos de ameaçá-las”.

“Saiba que você está lidando com pessoas que foram treinadas para serem sociopatas”, acrescentou Osei-Frimpong, “então esteja preparado para assumir o controle de armas e orçamentos”.

Você pode seguir Alana Mastrangelo no Twitter no @ARmastrangelo e no Instagram .

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Educação

A INQUISIÇÃO SECULAR

Por Melanie Phillips. Leia o artigo original em Melaniephilips. Alguns dias atrás, o filósofo John Gray escreveu no site Unherd uma análise sombria, mas precisamente direcionada , de por que as ciências

Leia Mais »