Resultado de imagem para daughter cries funeral american soldier

Por Madeline Levine, no Big Think.

 

Estamos realmente preocupados com a capacidade do nosso filho de competir no mundo, na economia global. Isso está na mente de todos. Recentemente, participei de um painel com um dos engenheiros-chefes da NASA. Ele contrata um tremendo número de engenheiros. Ele é da Índia e eu perguntei a ele “Estamos realmente ficando para trás? Todo mundo está preocupado com isso.”

Sua resposta foi interessante. Ele disse: não, em termos de conteúdo. Nossos filhos conhecem o conteúdo e, além disso, o conteúdo está mudando a cada dois anos. Então, o que é mais crítico do que conteúdo, e no que nossos filhos não são bons, é colaboração. Ninguém vai ser atingido por um raio e descobrir o aquecimento global. Só não vai funcionar assim. Serão pessoas entre nações, fusos horários e idiomas trabalhando de forma colaborativa. Muitos dos nossos filhos não são colaborativos. Muitos dos nossos filhos se acham cheios de direito. Ele estava me contando muitas histórias engraçadas de jovens que estavam trabalhando lá hár dois ou três ou quatro meses, e diziam:

– Então,  sabe, tipo quando recebo meu aumento?

Ou:

– Quando vou ser promovido aqui?

Ele disse que eles ainda não haviam sujado as mãos, e ainda assim esperavam elogios e contavam como eram ótimos. Então eles estavam esperando muito, muito em breve. Eles não tinham um senso interno de como estavam se saindo. Portanto, eles não precisavam apenas de elogios constantes, mas de avaliação constante. Ele disse: “O que realmente precisamos é de jovens que trabalhem em colaboração, que não estejam batendo à minha porta a cada cinco minutos para descobrir como estão se saindo, jovens que tenham coragem”. O trabalho de negócios agora é coragem, perseverança e uma boa ética de trabalho. E ele disse: “É aqui que nossos filhos caem.”

DA Heringes Funeral Services PHOTO

Major do exército entrega bandeira dobrada para família de soldado morto, no cemitério de Arlington.

Então, nesse meio tempo, estamos prestando toda essa atenção ao conteúdo, o que obviamente importa. Seu filho tem que saber o conteúdo. Mas estamos diminuindo as habilidades sociais, as habilidades colaborativas, a inovação, a comunicação, a criatividade, o pensamento fora da caixa. Essas habilidades sempre definiram o progresso norte-americano, e estão definindo cada vez menos nossos filhos, à medida que padronizamos testá-los e tentamos encaixar tudo em um sistema métrico.

 

Madeline Levine é psicóloga, educadora e co-fundadora do Challenge Success, um projeto que nasceu na Stanford’s School of Education. Uma autora de best – sellers do New York Times , ela é uma palestrante frequente para escolas, pais e líderes empresariais. A Dra. Levine mora fora de San Francisco com o marido e é a mãe (extremamente) orgulhosa de três filhos.

Receba Por E-mail

Inscreva-se em nossa lista de e-mails para receber atualizações e as notícias mais recentes do Conselho!

Inscrito Com Sucesso, Parabéns!