por John Nolte, no Breitbart. Você pode ler o artigo completo aqui.​

Qualquer pessoa ​informada sabe que a doença mental documentada ​como confusão de gênero não está crescendo. A única coisa que está crescendo é o desejo partidário da ​imprensa de fingir que é normal e saudável, que a auto-mutilação é a chave para encontrar seu verdadeiro eu, que a taxa de suicídio incrivelmente alta ​dos que sofrem de disforia de gênero tem algo a ver com o ​preconceito em ​vez de com a própria doença mental.

​A imprensa promove uma guerra tóxica contra a masculinidade​, faz parte de sua tentativa de destruir a inocência d​as crianças. El​a​ ​as ​está arrastando​ para o mundo de fantasia retorcid​a e depravad​a, um mundo onde não há normas, costumes, moralidade ou julgamento – onde meninos e meninas estão ​disponíveis.

​Não há​ um​ lugar onde você encontre um esquerdista mais feliz do que ​aquele ponto influente entre pai e filho. Se​ja ​nas escolas públicas ​ensinando as crianças do ensino primário ​sobre a homossexualidade, ​nos Canais da Disney diz​endo a eles que os meninos podem ser princesas, ou a normalização​, n​o New York Times, ​de maquiagem para meninos.

E ​a esquerda é tão tortuos​a quanto implacáve​l.

Receba Por E-mail

Inscreva-se em nossa lista de e-mails para receber atualizações e as notícias mais recentes do Conselho!

Inscrito Com Sucesso, Parabéns!