iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em dúvida se vale a pena investir no seminário do shifu Niall O’Floinn? Dinheiro curto?

Então vamos lá! Porque participar do seminário de Tai Chi Chuan?

taichichuan.jpg-751x1024
Explicarei abaixo, pela minha própria experiência, porque acredito ser extremamente útil este seminário.

Independente do nível de prática do aluno, o seminário é útil e importante porque é pelo contato com um professor que entendemos melhor o corpo e seus movimentos e adquirimos maior controle sobre ele.

Durante a prática individual também é possível adquirirmos este conhecimento mas com o suporte de um professor o caminho tende a ser mais “acertado” por assim dizer, como na vida. Assim, a prática individual é muito importante e serve principalmente para incorporarmos a postura e os conhecimentos adquiridos nas aulas e seminários.

É natural que nos preocupemos em repetir o que vemos durante a execução das formas porém, nos é dito desde o início que a forma não é o Tai Chi Chuan mas é um meio pelo qual se pode praticá-lo.

Portanto, não se preocupe em chegar na aula e tentar copiar e decorar cada passo, porque se fizer isso não estará praticando Tai Chi Chuan mas reproduzindo uma coreografia.

O que percebi é que muitas vezes estava até desatento para a forma (os movimentos) mas estava atento o suficiente à ela e ao que o professor intencionava fazer a ponto de poder aprender certas coisas que tornaram minha prática mais agradável. Intenção é uma palavra-chave.

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Opinião

Seja seu Próprio Herói.

Por Andrew Klavan. Leia o artigo completo no Daily Wire. [George] Lucas, você sabe, incorporou outras influências. O grande cineasta japonês Akira Kurosawa fazia parte de

Leia Mais »