iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

“Nós vamos encontrar, é um esforço muito mais importante
do que o de enviar um homem à lua. “
Professor Jerome Lejeune, sobre uma cura para a trissomia 21

A França proibiu a veiculação do premiado vídeo promocional “Dear Future Mom”, que consiste numa mensagem positiva, dirigida por crianças com Síndrome de Down a grávidas. Veja o vídeo:

O argumento usado foi que as imagens eram “inapropriadas” porque podem incomodar mulheres que escolheram abortar seus bebês .

Segundo um instituto de saúde, 80 por cento de todas as grávidas francesas, com bebês diagnosticados com síndrome de Down, acabam abortando seus filhos. O Conselho de Estado da França afirmou que o vídeo em questão não poderia ser mostrado, porque poderia “perturbar a consciência das mulheres que tinham feito escolhas de vida pessoal diferentes em conformidade com a lei”.

Também em conformidade com a lei, só que desta vez de forma subjetiva, o vídeo foi banido por não se enquadrar nos requisitos que estipulam que apenas mensagens publicitárias ou” mensagens de interesse geral “sejam mostradas durante pausas comerciais. O Conselho não vê “mensagem de interesse geral” no vídeo.

A Fundação Jérôme Lejeune, pioneira em pesquisa científica sobre a síndrome de Down e um dos financiadores do vídeo, apresentou uma petição pedindo que a proibição fosse suspensa. Em 1959, o professor Jérôme Lejeune, pediatra e geneticista, descobriu a causa da síndrome de Down (trissomia 21) e dedicou sua vida à causa pró-vida e lutou pelos direitos das pessoas com síndrome de Down.

“Dear Future Mom” foi produzido para o Dia Mundial da Síndrome de Down em 2014 e apresenta sorrindo crianças e jovens adultos com síndrome de Down de diferentes países, tranquilizando uma mulher grávida preocupada se seu filho será feliz.

Joseph Kurtz, ex-presidente da Conferência Episcopal dos EUA, disse estar “triste, mas não surpreso” acom a decisão.Ele teve um irmão com Síndrome de Down e incentiva “todas as famílias que receberam este diagnóstico para o seu feto a ver este vídeo.”

Assine a petição aqui.

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.