iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Por Amanda Prestigiacomo, no Daily Wire.

Com orientação de profissionais médicos e sua própria mãe, um menino australiano de 12 ano,s que sofria de confusão de gênero, começou a se transformar em uma “mulher”. Apenas dois anos depois, o jovem contou à mãe que se sentia novamente sendo do seu sexo nato e está agora no doloroso processo de transição, que inclui cirurgia.

Patrick Mitchell foi diagnosticado com disforia de gênero aos 12 anos, o que significa que ele se via como uma mulher, apesar de ter nascido biologicamente macho.

“Quando ele era mais jovem, ele se vestia com roupas de menina. Chegou um ponto em que ele disse para mim que ele queria ir ao médico para se transformar em uma menina”, disse a mãe do menino.

Embora ele fosse apenas uma criança, Mitchell foi colocado em tratamento hormonal de estrogênio para iniciar sua transição. Subseqüentemente, seus seios e cabelo começaram a crescer.

“Você gostaria de poder mudar tudo em você, você vê qualquer garota e diz: eu mataria para ser assim”, disse Mitchell, agora com 14 anos, ao programa 60 Minutes Australia .

Agora, apenas dois anos desde o início de sua transição, Mitchell diz que se sente do seu sexo biológico.

“Comecei a perceber que estava realmente confortável no meu corpo. A cada dia eu me sentia melhor ”, ele disse.

O adolescente reconheceu que sua confusão de gênero começou a se dissipar quando os professores de sua escola começaram a se referir a ele como uma mulher.

“Ele me olhou nos olhos e disse: ‘Eu não tenho certeza de que sou uma garota'”, lembra a mãe de Mitchell.

O jovem finalmente parou sua terapia hormonal e está programado para ser operado para remover seus seios femininos.

A dura verdade é que os adultos que cercam Mitchell, que incentivaram sua transição, falharam com ele. Embora eles possam ter tido boas intenções, facilitar a “transição” de um menino vem com efeitos emocionais e físicos que duram a vida toda. Estudos descobriram que mais de 80% das crianças que sofrem de confusão de gênero superam isso antes da idade adulta, eventualmente se identificando com o sexo em que nasceram.

Como disse o editor-chefe da Daily Wire , Ben Shapiro , “os adultos devem ter liberdade para tomar decisões sobre sua sexualidade e seus corpos. Mas as crianças não devem ser submetidas aos caprichos de adultos politicamente motivados quando se trata de mutilações corporais maciças que prejudicam funções por toda a vida – tudo antes de a criança ter passado pela puberdade. ”

Mitchell é mais um jovem vítima de adultos que compram propaganda de “tolerância” esquerdista sobre gênero e sexo biológico.

Assista:  60 Minutes Australia.

Fonte:

https://www.nowtolove.com.au/news/real-life/patrick-mitchell-transgender-real-life-story-40549

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.