iconfinder_vector_65_12_473798

Filie-se!

Junte-se ao Conselho Internacional de Psicanálise!

iconfinder_vector_65_02_473778

Associados

Clique aqui para conferir todos os nossos Associados.

iconfinder_vector_65_09_473792

Entidades Associadas

Descubra as entidades que usufruem do nosso suporte.

mundo

Associados Internacionais

Contamos com representantes do CONIPSI fora do Brasil também!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Cartum com reação à eleição de Donald Trump

 

As coisas em que acreditamos influencia nosso pensamento. Por sua vez, o que pensamos afeta nossa conversação, conduta e caráter.

A universidade de forma geral, e a área de ciências humanas em particular, reflete o pensamento da Escola de Frankfurt. Abaixo o texto de um psicólogo que segue essa linha, ateu e comunista.

 

Escrito por Psicólogo Tiago Cabral agosto 06, 2018
UM PERFIL PSICÓLOGICO DE JAIR BOLSONARO

[…]

Outra característica observada pelos psicanalistas é um culto ao “homem comum” por essa autoridade que assume características como um senso de “honestidade” ao dizer o que quer, e um discurso extremamente simplista (senso comum) que cria uma falsa sensação de representatividade.

Estas características foram descritas pelos psicanalistas principalmente tendo como exemplo sociedades fascistas, ou seja baseadas na autoridade e no conservadorismo que são conhecidas por reprimir violentamente seu povo e limitar seus direitos.

Portanto temos em Bolsonaro: uma figura paterna (que diz o que você tem que fazer, sentir, desejar), que faz as pessoas se sentirem parte de um grupo ao eleger um inimigo comum (esquerda/PT) e apresenta soluções simples para problemas complexos, mesmo que sejam falsas e faz com que o “homem comum” se sinta representado.

BIBLIOGRAFIA:

  • ADORNO, Theodor. “A Teoria Freudiana e o Padrão da Propaganda Fascista” [1] [2] [3]
  • Christian Dunker

 

 

 

Quem é Adorno.

Theodor Adorno foi um dos principais filósofos continentais do século XX. Embora tenha escrito sobre uma ampla gama de assuntos, sua preocupação fundamental era o sofrimento humano – especialmente os efeitos das sociedades modernas sobre a condição humana. Ele foi influenciado principalmente por Hegel, Marx e Nietzsche. Ele foi associado ao Instituto de Pesquisa Social, na Escola de Frankfurt, que era um centro intelectual e cultural de ciência para promover o socialismo e derrubar o capitalismo.

[…] Algumas escolas do ateísmo, especialmente a que se refere ao nome do Escola de Frankfurt (um grupo neo-marxista de filósofos e reformadores sociais cujos representantes mais famosos eram Max Horkheimer e Theodor Adorno).

Fonte:

https://www.firstthings.com/web-exclusives/2008/03/atheism-and-atonement

https://www.iep.utm.edu/adorno/

Christian Dunker, psicanalista, e também professor de psicologia e escritor de livros sobre o assunto, foi outro a escreveu artigo depreciando Jair Bolsonaro.  Dize-me com quem andas e te direi quem és é o que vem à mente quando você lê a credencial que sua editora escolheu com abalizadora da qualidade de ambos:

Christian Ingo Lenz Dunker é psicanalista, […] Desde 2008 coordena, junto com Vladimir Safatle e Nelson da Silva Junior, o projeto de pesquisa Patologias do Social: crítica da razão diagnóstica em psicanálise. Colabora com o Blog da Boitempo mensalmente, às quartas.

Dos tempos áureos de Reinaldo Azevedo, temos uma boa observação de quem é Safatle:

A coluna abjeta e mentirosa de um professor da USP, colunista da Folha e partidário de Haddad

Vladimir Safatle é professor de filosofia da USP. Isso não quer dizer coisa grande. Há mais coisas que o ignorado, o que não é fácil, que também é. E escrevo isso em respeito a grandes mestres que existem, alguns meus queridos amigos. Esse rapaz tem alguns notáveis ​​contribuições ao pensamento. É aquele cara que, quando articulam o estadão, escreveu um texto  justificando o terrorismo, nas pegadas de um delinqüente internacional chamado Slavoj Zizek. Num text arrevesado, Safatle sustentou that \ “Zizek quer mostram como os fatos decisivos da história da política mundial desde a Revolução” foram animados pelo advento de uma noção de subjetividade que não poderia ser mais definida através da substancialização de atributos do ‘humano’ e do interesses Não basta ser útil através da lógica utilitária da maximização do prazer e do afastamento do desprazer. ”É quase incompreensível, mas eu traduzo. A Safatle está endossando um segundo de Zizek segundo um repúdio que temos ao terrorismo decorre da nossa pequena lógica utilitária de maximização do prazer e do afastamento do desprazer. Os terroristas pensam de modo diferente, entenderam? É asqueroso!

 

star-line-clipart-22
Editorial

Colunista do Conselho Internacional de Psicanálise.

Opinião

Seja seu Próprio Herói.

Por Andrew Klavan. Leia o artigo completo no Daily Wire. [George] Lucas, você sabe, incorporou outras influências. O grande cineasta japonês Akira Kurosawa fazia parte de

Leia Mais »